Dia Internacional da Mulher

Maria de Nazaré é modelo de mulher empoderada no Espírito Santo e no seu feminino, para gerar uma vida que foi assumida e restaurada: Jesus de Nazaré.
magnificat

A Família inaciana saúda com alegria feminina e masculina a todas as mulheres, privilegiadas por Deus com o dom de gerar vida. A imagem de nossas mães e de tantas mulheres que nos constroem como pessoas, é um tesouro que temos em nossa memória e em nossa esperança. “Não há mais judeu, nem grego; não há mais nem escravo, nem homem livre; não há mais nem homem nem mulher; todos vós, realmente, sois um só em Cristo Jesus”. Gl 3,28

Nossas diferenças, homens e mulheres, não servem para nos separar, ao contrário, nos tornam capazes de uma unidade fecunda e transformadora. Nossas sociedades, em sua maioria, vêm relegando às mulheres uma condição que não é delas, nem de ninguém. Somos todos convidados hoje, especialmente os homens, a ajustar essas distorções machistas.  Uma fé feminina tem vocação específica de gerar vida. Por isso, para buscar a Deus, doador da vida, não é suficiente uma imagem masculina. As sociedades urgem de uma nova linguagem inclusiva e empoderadora do feminino.

Maria de Nazaré é modelo de mulher empoderada no Espírito Santo e no seu feminino, para gerar uma vida que foi assumida e restaurada: Jesus de Nazaré.

Parabéns a todas as mulheres!